Noroeste Informa

Salário Mínimo e Impostos dos Combustíveis, o que já mudou em 1º de Janeiro

Salário Mínimo e Impostos dos Combustíveis, o que já mudou em 1º de Janeiro

O ano de 2024 começou ontem, segunda-feira (01/01) com uma série de mudanças econômicas, que terão impacto direto no bolso do brasileiro. Entre as medidas que começaram a vigorar está o reajuste no valor do salário mínimo, a incidência de impostos sobre combustíveis e gás de cozinha e as regras do rotativo do cartão de crédito.

Algumas outras mudanças previstas para ocorrer ainda neste ano dependem de regulamentação para valer, como o caso da Reforma Tributária. Algumas também precisam ser enviadas pelo Governo e aprovadas pelo Congresso Nacional, a exemplo das modificações no Imposto de Renda.

O salário mínimo será de R$ 1.412 em 2024, o que representa um aumento de R$ 92 sobre o mínimo de R$ 1.320 em 2023. Já os impostos federais sobre o diesel, biodiesel e gás de cozinha aumentam com a perda de vigência das medidas que zeraram os tributos ao longo de 2023. Valores aproximados dos aumentos são: Diesel A – R$ 0,35 por litro; Biodiesel – R$ 0,15 por litro; Diesel B – R$ 0,33 por litro; Gás de Cozinha – R$ 2,18 por botijão de 13 Kg.

As regras do Rotativo do Cartão de Crédito também mudaram, agora, conforme previsto em lei, os juros cobrados nos financiamentos do cartão de crédito (incluindo rotativo e parcelado) terão um teto e não poderão ultrapassar 100% do valor original da dívida. Por exemplo, se R$ 1.000 entraram no rotativo, o banco poderá cobrar, ao todo, outros R$ 1.000 em juros e encargos. A nova regra só vale para quem ingressar no rotativo a partir do dia 3 de janeiro de 2024.

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram

Ajude o Noroeste Informa

Chave: bc1qqgzrj7g03xqsc9cvr3n7m0yvrdc0s7wky453ux

Comentários: