Noroeste Informa

Um alvo em Marcelo Poeys

Um alvo em Marcelo Poeys

Assim que assumiu a Secretaria de Saúde no inicio deste ano Marcelo Poeys ganhou junto com a pasta um verdadeiro inferno astral. O fim das vacas gordas nos repasses federais somado a desordem fiscal presente na secretaria que assumiu acabou levando o secretário a enfrentar uma tempestade sem precedentes na saúde itaperunense.

Os problemas enfrentados por Marcelo são tantos e tão diversos que poucos políticos teriam resistido a tanta pressão. São salários atrasados, problemas com a administração do Hospital São José do Avaí, falta de exames, falta de remédios, ameaças de greve, falta de gasolina para os carros, entre diversas outras situações que caíram em peso no colo do Secretário como se a bagunça fosse inteiramente culpa de sua gestão.

Não que Marcelo seja inocente, ele sabia o que iria enfrentar quando assumiu a pasta. Todos no universo político (e até fora dele) sabem que os problemas da saúde começaram com certos gastos que não deveriam ter acontecido.

Além das dificuldades da própria gestão, como se apenas isso não bastasse, o Secretário tem estado debaixo de um fogo amigo constante. Os vereadores, mesmo os que fazem parte da base do governo, fizeram de Marcelo um alvo recorrente de suas reclamações. Recentemente inclusive, de maneira unânime, as excelências resolveram convocar o secretário para esclarecimentos sobre a sua pasta. Surpreendendo a todos, a manobra para a sua convocação partiu daqueles que apoiam o prefeito.

O Secretário não parece ser um político versado em estratégia eleitoral. Ele é um político e inclusive ocupa um cargo político, mas seu perfil é muito mais o de um administrador técnico. Se ele é um bom ou mal administrador essa é uma outra história.

A ausência de habilidade administrativa já seria complicada para alguém que comanda a Secretária de Saúde de uma cidade como Itaperuna, mas a ausência de habilidade política está lhe devorando a carreira. Marcelo passou a vida construindo em torno de si uma reputação de excelente gestor e sua imagem está sofrendo e muito pela situação da secretaria que comanda. Só que o que está ruim ainda pode piorar, depende apenas das respostas que ele der aos vereadores quando for a Câmara Municipal.

Os problemas administrativos da Secretária de Saúde certamente demandam tempo para serem resolvidos, mas os problemas políticos poderiam ser enfrentados imediatamente. O Secretário parece não ter feito o diagnóstico correto sobre o inferno astral que vive, ou se fez não está sabendo lidar com o embaraço. Segundo apuramos os obstáculos políticos que Marcelo enfrenta vem de um colega de governo que lhe deseja tomar a cadeira. Ao menos se não lhe tomar a cadeira, minar sua força afim de continuar como pessoa mais forte do governo.

Engana-se quem pensa que a Oposição quer ver a queda do Secretário, pelo contrário, o time apenas usa os problemas da saúde para mostrar o caos que se encontra a cidade. O responsável pelo inferno astral vivido por Marcelo está bem do seu lado lhe invejando o posto.

Siga o dinheiro Secretário, siga o dinheiro! A folha de pagamento não erra!
E seja rápido! Sua reputação não vai aguentar muito tempo deste jeito.

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram

Ajude o Noroeste Informa

Chave: bc1qqgzrj7g03xqsc9cvr3n7m0yvrdc0s7wky453ux

Comentários: