Noroeste Informa

Um giro pela Política do Estado

Um giro pela Política do Estado

Na imagem o Palácio Guanabara

O Vice sou Eu!
A reunião de secretariado do Governo do Estado do Rio na última sexta, dia 14, aconteceu um puxão de orelha coletivo, alinhamento para o processo eleitoral de 2024 e celulares recolhidos na porta. O ponto alto, porém, foi o empoderamento do vice-governador, Thiago Pampolha. O governador Cláudio Castro, que já foi vice no passado, deu o tratamento a Pampolha que gostaria de ter recebido na sua época: “Thiago Pampolha sou eu. Quero que tratem o meu vice como vocês me tratam. Ele estará sempre atuando em meu nome e como autoridade maior do estado. Quero deixar bem claro a todos vocês: o meu vice e eu, somos os mesmos”.

O Prefeitável Hugo Leal
De olho na base eleitoral, o Secretário de Estado de Energia e Economia do Mar, Hugo Leal, demonstrou seu apoio aos vereadores de Petrópolis contra o reajuste de 7% na passagem de ônibus autorizada pelo prefeito Rubens Bomtempo. O Secretário, que é um dos prefeitáveis de Petrópolis, divulgou nota em que afirma que está unindo esforços com Hingo Hammes (União), Eduardo do Blog (Republicanos) e Gilda Beatriz, sua colega de partido no PSD, para derrubar a ação do Bomtempo o quanto antes.

Crivella com Alana
No dia 07/07, em entrevista ao podcast Casos de Política, o Deputado Federal Marcelo Crivella (Republicanos) disse que Alana Passos, hoje no PTB, pode ser candidata à Prefeitura do Rio pelo seu partido. Nas últimas semanas tem avançado a negociação para a ida da ex-deputada para o Republicanos. Alana é vista como uma carta na manga, capaz de atender ao eleitorado descontente com Eduardo Paes, que rejeita a figura tanto de Crivella e de Braga Neto. O ex-prefeito Crivella não quer disputar novamente a prefeitura da capital, mas acredita que o Republicanos deve ter candidato próprio ao posto.

As Cláusulas Pétreas de Ciro de Nogueira
O senador piauiense e presidente nacional do Progressistas, Ciro Nogueira, utilizou suas redes sociais, neste domingo, 16/07, para comunicar que a sigla prepara uma “Agenda Central” que definirá princípios partidários a serem seguidos por filiados, com destaque para o que chamou de “cláusulas pétreas inegociáveis”. O anúncio foi recebido com a desconfiança de que, após iniciar o ano em oposição a Lula, Ciro Nogueira esteja preparando uma argumentação que justifique eventual transição do PP para ocupar cargos e espaços no governo petista. Os boatos dão conta de que o partido deverá indicar o próximo Ministro do Desenvolvimento Social Assistência Social. Os favoritos para o cargo são André Fufuca (PP-MA) e Claudio Cajado (PP-BA). No caso do partido abocanhar o Ministério da Saúde, o favorito a ocupar o posto passar ser o Secretário Estadual de Saúde do Rio de Janeiro Dr. Luizinho (PP-RJ).

Rodrigo Bacellar, um Presidente de todos
O presidente da Assembleia, Rodrigo Bacellar (PL), tem circulado com talento entre direita, esquerda e centro. Esteve recentemente com o senador Flávio Bolsonaro (PL), mas também já trocou dois dedos de prosa com o pedetista Rodrigo Neves e com o petista Marcelo Freixo. Outro encontro amigável foi com o ministro da Justiça, Flávio Dino (PSB). Para selar o eixo ele ainda manda muito no poderoso União Brasil, enquanto mantém a paz com o cacique do PL, Altineu Côrtes.

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram

Ajude o Noroeste Informa

Chave: bc1qqgzrj7g03xqsc9cvr3n7m0yvrdc0s7wky453ux

Comentários: