Noroeste Informa

Um Governo de Direita para Itaperuna

Um Governo de Direita para Itaperuna

Texto escrito pelo nosso amigo Robson Junior

Imagino que o texto cause espanto pela assinatura e principalmente por ser publicado aqui, já que nos bastidores atribuem este site a mim, mesmo que não seja meu. Também sei que nem todos tem a devida paciência para ler um texto um pouco maior, mas tem ideias que não tem como serem espremidas um único parágrafo.

Desde que as eleições de 2022 terminaram e o campo conservador no Brasil saiu derrotado nacionalmente, mas vitorioso regionalmente, venho me perguntando o que significaria um governo de Direita no âmbito municipal. Muito se fala sobre governos direitistas em nível macro (nações e estados), mas pouco sobre governos conservadores em nível municipal.

Na verdade existe uma noção preponderante de que o campo da Direita deveria ser regido a nível local pelas mesmas forças que a nível nacional. Então a posição ideológica passaria a ser muito mais uma questão de estar no partido certo e ter as conexões corretas do que defender um certo conjunto de ideias e valores. Esse raciocínio é uma verdadeira bobagem.

Alguns amigos trouxeram a questão de que se um governo de direita no nível municipal não será definido pelo partido ou pelas conexões, então pelo que será? Isso considerando que no Brasil valores morais e certos conjuntos de medidas só podem ser tomados a nível estadual e federal.

Bom, acho que a resposta começa por ai. É dever de governantes conservadores, principalmente os que ficam longe da capital, requerem mais poder para tomar decisões importantes por conta própria. O segundo elemento seria usar o conjunto de valores que guiam a vida privada do conservador para guiar a vida pública. Podemos definir esses valores em termos simples: Beleza, Estética e Limpeza; Ordem e Organização; Independência Individual e Coletiva; Exercício e Responsabilidade Cidadã; Construção de um Legado.

Beleza, Estética e Limpeza – Basta lembrar do que vemos quando viajamos para locais que entendemos como sendo mais desenvolvidos. As cidades possuem códigos urbanos que defendem um certo tipo de arquitetura, uma certa altura das construções, um certo recuo para permitir jardins na frentes das casas. O espaço urbano é pensado para ser bonito, agradável e confortável para uso. Os melhores aspectos são selecionados e a composição urbana tem sempre elementos de descanso físico e visual. Exemplos? Curitiba, Gramado, Montevideo, Buenos Aires, etc. Quando você vê belas fontes de água potável em Roma, não foi ao acaso, aquilo foi colocado ali pelo poder público e foi pensado para arrancar exatamente a emoção que você tem ao ver. Os parques de Curitiba? Idem.

Ordem e Organização – É impossível que uma cidade desorganizada cresça e se desenvolva para organização. Deixada ao acaso o desorganizado tende a ficar pior! As pessoas precisam entender os processos municipais e precisam seguir esses processos. Em Itaperuna ninguém entende processo algum e por isso ninguém segue qualquer regra. Tudo é de qualquer jeito. Tem locais onde o cidadão constrói em cima da calçada, não deixando espaço para o pedestre passar. Existem outros onde a calçada tem a altura de um muro e tem ainda locais em que os fios dos postes estão tão baixo que estão ao alcance das mãos. Isso sem contar comerciantes que se apossam da calçada e da rua para por suas mesas. Detalhe, este é apenas um exemplo de muitos.

Independência Individual e Coletiva – Um governo conservador precisa defender a independência do indivíduo frente a máquina pública. Esse deve ser o traço mais simples para Itaperuna desenvolver. Tudo de relevância na cidade é obra particular, embora de esforço coletivo. O Hospital, as três Universidades, o Cristo, a estância hidromineral de Raposo, a coleta seletiva, a reciclagem, etc. Tudo de bom que Itaperuna tem foi feito e pensado pela iniciativa particular de cidadãos comuns. Chafariz de Raposo? Festival do Milho? da Carne Seca? da Tilápia? Taquari Paiol? Festa do Valão? Festa dos Carros de Boi? TUDO PARTICULAR! A prefeitura aqui, quando está muito assanhada para participar e não consegue ajudar, atrapalha. Um governo de Direita deveria garantir e incentivar justamente esse aspecto que já está no nosso povo.

Exercício e Responsabilidade CidadãUma das características dos conservadores é confiar que as pessoas sabem o melhor para suas próprias vidas e as vidas de suas famílias, por isso deveriam ter o poder de decidir diretamente sobre o destino das suas comunidades. Imagine poder votar e escolher diretamente o Chefe da Guarda Municipal? Quem sabe poder opinar sobre os membros do Conselho Municipal de Saúde? Escolher os membros do Conselho de Educação? Decidir o Diretor da escola do seu filho? Resolver quem será o Subprefeito do seu distrito? Representante do bairro? O Tesoureiro da Prefeitura? Temos que parar de acreditar nessa bobagem de que o povo que é capaz de escolher o prefeito e os vereadores é incapaz de escolher outros membros do poder público.

Por fim, a Construção de um Legado significa parar de fazer projetos de apenas quatro anos. Itaperuna deveria pensar em projetos de 50 anos, como todos os locais sérios pensam. Projetar o futuro da terra para os filhos e netos desta geração.

Muitos anos atrás visitando a cidade de Anchieta-ES (onde fica Iriri, Ubu, Castelhanos etc.) vi uma placa que mostrava Anchieta em 30 anos. A imagem mostrava uma cidade completamente diferente e renovada. Antes de chegar ali havia passado por Piúma, uma cidade maior e bem mais badalada que a sua vizinha.

Duas décadas depois passei novamente por lá e de fato Anchieta mudou radicalmente. A urbanização chegou em todo o espaço urbano. Um local que antes era até menosprezado durante o verão, agora está muito concorrido. O desenvolvimento aconteceu e nem está completo os tais 30 anos da placa. Após sair de Anchieta passei por Piúma, para minha surpresa a cidade piorou de forma consistente. Onde não piorou, parou no tempo.

Cada um desses elementos sendo respeitados e promovidos, sei que a cidade vai se desenvolver e fará isso da melhor forma e dentro de um ponto de vista conservador.

Essa é a minha pequena contribuição, que eu imagino será lida por um pequeno número de pessoas. Se for lida pelas pessoas que importam, sei que causará algum impacto positivo no futuro da cidade.

Robson Júnior é Pedagogo formado pela UENF, Professor, Servidor Público, Presidente do PRTB Itaperuna e faz parte do núcleo duro de Kadu Novaes (Pré-candidato a Prefeito de Itaperuna) Leia mais aqui

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram

Ajude o Noroeste Informa

Chave: bc1qqgzrj7g03xqsc9cvr3n7m0yvrdc0s7wky453ux

Comentários: