Noroeste Informa

Ministério Público pede a indisponibilidade dos bens de Alfredão e Paulada

Ministério Público pede a indisponibilidade dos bens de Alfredão e Paulada

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro pediu ontem (06/02) a indisponibilidade dos bens do atual prefeito de Itaperuna, Alfredo Paulo Marques Rodrigues (Alfredão) e do ex-prefeito Fernando da Silva Fernandes (Paulada). O objetivo do pedido é o ressarcimento dos valores por atos dolosos de improbidade administrativa.

A promotora responsável pelo caso, Raquel Rosmaninho, entendeu que as ações de ambos causaram dano ao erário nas obras de drenagem e esgotamento do bairro Vinhosa. As obras em questão, paralisadas há alguns anos, foram retomadas recentemente pela atual administração. Paulada, foi nomeado recentemente por Alfredão para ocupar o cargo de Diretor de Articulação Política e Relações Institucionais da Prefeitura de Itaperuna.

O pedido de indisponibilidade dos bens pessoais de ambos chega a 1.300.534,42 reais, conforme o pedido “ verifica-se que os demandados agiram de forma livre e consciente, para que houvesse o dano ao erário no valor de R$ 1.300.534,42 (um milhão, trezentos mil, quinhentos e trinta e quatro reais e quarenta e dois centavos), resultado do somatório do dano existente das contratações supracitadas, contabilizadas no Laudo Técnico da CGU.

Leia abaixo matérias relacionadas:

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram

Ajude o Noroeste Informa

Chave: bc1qqgzrj7g03xqsc9cvr3n7m0yvrdc0s7wky453ux

Comentários: