Noroeste Informa

Saiba quantos perderam a carteira com a Operação Lei Seca em Itaperuna.

Saiba quantos perderam a carteira com a Operação Lei Seca em Itaperuna.
Foto - internet

Ações da Operação Lei Seca flagraram 31,3% dos motoristas abordados dirigindo sob o efeito de álcool nos dias 12 e 13 de maio em Itaperuna, no Noroeste Fluminense.

Na sexta-feira (12), os agentes fiscalizaram os veículos na Avenida Presidente Dutra. Já no sábado (13), a ação aconteceu na Avenida Zulamith Bintencourt, as duas no bairro Cidade Nova.

No segundo dia, foram 131 veículos parados sendo 48 motoristas multados por estarem alcoolizados, o que significa 36,64% das abordagens

De acordo com a assessoria de imprensa da Operação Lei Seca, somando os dois dias, foram abordados 262 veículos sendo aplicadas 138 Infrações. Foram flagrados no teste do bafômetro 82 condutores, o que representa 31,3% da fiscalização durante as duas ações.

Aumento em 2022

O número de motoristas dirigindo sob o efeito do álcool ou que se recusaram a fazer o teste do bafômetro aumentou em 2022 e bateu a série histórica da Operação Lei Seca, de acordo com o Governo do Estado do Rio. Foram 33.350 condutores flagrados nas ações realizadas no Rio de Janeiro até 25 de dezembro. A maior marca anterior foi registrada em 2012, quando 33.262 motoristas foram multados e tiveram a carteira de habilitação apreendida.

Os dados da Lei Seca mostram ainda que o aumento nas infrações é, em parte, reflexo da ampliação na quantidade de equipes atuando na operação, que dobraram de 15 para 30, e totalizaram 337 mil ações de fiscalização em 2022. Sem contar com o reforço dos agentes em motocicletas que patrulham as vias secundárias para surpreenderam quem tenta furar a operação.

Mais rigor na fiscalização e mudança de hábito do motorista

De acordo com a Operação Lei Seca, o aumento na taxa de alcoolemia também é motivado pelo hábito de consumo em maior escala de bebida alcoólica adquirido durante a pandemia. Se até 2019 a média de condutores flagrados nas operações foi de 4,57% do total vistoriados, em 2021 chegou a 12,9%. Já em 2022 o índice foi de 10,99%.

Fonte: g1

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram

Ajude o Noroeste Informa

Chave: bc1qqgzrj7g03xqsc9cvr3n7m0yvrdc0s7wky453ux

Comentários: