Noroeste Informa

Amanda questiona, nós também – Quem está no comando de Itaperuna?

Amanda questiona, nós também – Quem está no comando de Itaperuna?

Desde sua última aparição de pé ao lado da sua cama no Hospital (Veja aqui), o Prefeito Alfredão simplesmente desapareceu. Aliás o Prefeito já não é visto em público desde antes da Festa Festa dos Carros de Boi de Raposo. Este site de notícias chegou mesmo a fazer um artigo sobre o tema – Alfredão Eleito, Itaperuna sem Prefeito (Leia aqui). Como afirmamos em outra matéria “a vaga lembrança de que ele ainda é o prefeito vem apenas pela sua fotografia pendurada na parede da prefeitura“.

Muito se fala sobre seu estado de saúde, mas quase ninguém pode dizer que sabe como ele realmente está. Alfredão, quando resolve aparecer, é de maneira muito breve e com poucas palavras, o que não colabora com a percepção geral de que não é ele que está de fato no comando do município.

Não que a sua presença tenha a capacidade de melhorar alguma coisa na sede da prefeitura, aliás em geral é ao contrário. A questão é que Alfredo Marques foi eleito Prefeito de Itaperuna e deveria estar governando e se não tem mais condições de fazê-lo, passar o bastão para o Vice.

Na sessão da Câmara Municipal da última segunda feira, 10/07, a vereadora Amanda da Aide questionou a audiência “quem está governando a nossa cidade hoje? É quem você votou povo?“. Fazemos coro com a vereadora – Quem está governando a nossa cidade hoje? Em meio a maior crise na administração municipal em nossa história recente, o cidadão comum não consegue saber se o sumiço de Alfredão é estratégia, para não se queimar tanto, ou se realmente ele está sem saúde. Veja abaixo as palavras da Vereadora Amanda da Aide.

As redes oficiais de Alfredão e da Prefeitura Municipal de Itaperuna passam uma ideia de calmaria e de um governo que funciona. Na prática a situação é outra. Ontem vazou um áudio de uma reunião em que o Secretário de Saúde Marcelo Poeys discute abertamente com servidores revoltados pelo atraso no pagamento dos salários, que chegam a cinco meses em alguns casos. (Escute trechos aqui, aqui e na integra aqui)

Em uma situação normal podemos imaginar que o Governo Alfredão teria respondido. Só que esta não é uma situação normal.

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram

Ajude o Noroeste Informa

Chave: bc1qqgzrj7g03xqsc9cvr3n7m0yvrdc0s7wky453ux

Comentários: